Acessibilidade

EMA recomenda autorização do medicamento Evusheld para a prevenção da COVID-19

Imprimir

Acessibilidade

24 mar 2022

O Comité de Medicamentos de Uso Humano (CHMP) da Agência Europeia de Medicamentos (EMA), recomendou a concessão de uma autorização de introdução no mercado para o medicamento Evusheld, para a prevenção da COVID-19 em adultos e adolescentes a partir dos 12 anos de idade, com peso mínimo de 40 kg, antes da potencial exposição ao vírus SARS-CoV-2.

O Evusheld é composto pelas substâncias ativas tixagevimab e cilgavimab, dois anticorpos monoclonais projetados para se ligarem à proteína spike do vírus SARS-CoV-2 (o vírus que causa a COVID-19) em dois locais diferentes. Quando os anticorpos do Evusheld se ligam à proteína spike, o vírus não pode entrar nas células para se multiplicar e é incapaz de causar a infeção por COVID-19.

O perfil de segurança do Evusheld foi considerado favorável e os efeitos adversos foram geralmente leves, com um pequeno número de pessoas a relatar reações no local da injeção ou hipersensibilidade. O CHMP concluiu que os benefícios do medicamento são superiores aos seus riscos na utilização aprovada e enviará agora a sua recomendação à Comissão Europeia para uma decisão rápida, que será aplicável em todos os Estados-Membros da União Europeia.

Para mais informações, aceda ao Comunicado original da EMA.

Notícias_Alertas - injectáveis 3