Subscrever Notícias

Infarmed publica estudo sobre anti-histamínicos

Imprimir

07 mai 2019

Um anti-histamínico é um fármaco que é normalmente utilizado para alivio de alergias no tratamento de reações de hipersensibilidade. O estudo agora publicado revela que a utilização de anti-histamínicos aumentou durante todo o período de análise apresentado. Apesar de se observar um ligeiro decréscimo em 2017, em 2018 voltou a aumentar, atingindo 6,3 milhões de embalagens.

Relativamente à despesa com estes medicamentos, no período de 2010 a 2013, observou-se uma diminuição na despesa do mercado total. A partir de 2014 observa-se uma tendência de aumento, atingindo 33,5 M€ em 2018. O acréscimo nos últimos anos, de 2014 a 2018, pode ser explicado pela comparticipação de novos medicamentos (ex. Bilastina), pela maior utilização de substância ativas já comparticipadas (Cetirizina e Ebastina) mas também, embora com menor expressão, pela utilização de anti-histamínicos não sujeitos a receita médica.

Poderá aceder ao referido estudo na página Estudos por grupos terapêuticos, na área da Monitorização do mercado.

Destaque estudo anti histamínicos 2018-2019